Total de visualizações de página

terça-feira, 14 de setembro de 2010

27ª SEMANA DE GESTAÇÃO

Ai ai, mais uma semana que se vai... pois é, parece que agora o tempo está voando! Por falar em tempo, que calor absurdo é esse? Ontem não tive condições de ir para a aula, pois não me senti muito bem por conta do calor exagerado que estava, senti até cãibra, nunca tive isso! Pressão caiu e tudo mais... As recomendações foram: tomar muito liquido, não ficar de estômago vazio e repouso. Repousei! E acreditem, estava precisando, ando dormindo muito mal, muitas dores nas costas e no quadril, quando acordo é um mau-humor, que só quem tem noção e conhece a filha que tem é meu pai, rsrsrs!
Hoje completo a 27ª semana de gravidez e estou muito feliz com as novidades, vamos dar uma olhadinha?
Seu bebê
Muita coisa está acontecendo nesta semana. Seu bebê está pesando 1 kg – aliás, é bem provável que tenha ultrapassado essa marca. Ele também já é capaz de abrir e fechar os olhos. Além disso, pode ter começado a soluçar um pouquinho mais. E não é à toa. Seus pulmões estão quase formados. Como ele cresceu – já mede 34 centímetros da cabeça aos pés –, você vai perceber todos esses movimentos com mais clareza. Não se preocupe porque isso é pra lá de normal. Por enquanto, ele, no aconchego do útero, passa um tempo dormindo, mais algumas horas acordado e, em seguida, volta a adormecer...
Sua gravidez
Hmmm, que vontade de comer picolé de tapioca. E também feijão com bolacha, pinha verde, carambola com mel... Acredite: muitas mulheres grávidas experimentam desejos assim, um tanto absurdos. Os médicos não sabem dizer, com certeza, se há uma explicação científica para a vontade de comer alimentos incomuns durante a gravidez. Suspeitam, no entanto, que poderia ser a carência de algum nutriente. Ou, então, outro tipo de carência: a vontade de receber atenção e mimos, o que é compreensível nessa fase. Na dúvida, procure manter uma alimentação equilibrada para o seu bebê não ter nenhuma privação nutricional nem você precisar sair, no meio da madrugada, em busca de uma fruta pra lá de exótica.
http://bebe.abril.com.br/periodos/index.php?fase=f2_s27

Tenho sentido algumas coceirinhas na barriga e decidi ler sobre o assunto. Todo mundo acha que não se deve coçar a barriga, porque coçar dá estria, mas a coceira é sinal de que a estria está por aparecer... Leiam a matéria abaixo:

É verdade que coçar a barriga na gravidez dá estria?  

Escrito para o BabyCenter Brasil

Eleonora Fonseca responde:
Não, coçar a barriga na gravidez não dá estria. O que acontece é o contrário. É a estria que provoca coceira antes de aparecer. Aí a pessoa fica achando que foi o ato de coçar ali que causou o surgimento da estria.
A pele pode ser dividida basicamente em duas camadas: a epiderme, mais superficial, e a derme, mais profunda. A estria é a rotura, ou rompimento, da camada mais profunda, enquanto a camada superficial se mantém íntegra.
Conforme a pele estica, com o crescimento da barriga, a derme (camada mais profunda da pele) pode se romper. Quando a derme está se rompendo, ela pode causar uma sensação de coceira antes de a estria aparecer.
A hidratação pode colaborar para ajudar a evitar o aparecimento de estrias, pois torna as estruturas da pele menos rígidas, e com isso menos propensas ao rompimento.
Mas em boa parte a tendência a estrias é hereditária. Se a sua amiga teve a sorte de não ter nenhuma estria, talvez não tenha sido por causa do creme que ela usou, mas porque ela não tinha tendência genética a ter as temidas linhas na pele.
A coceira é bastante comum na gravidez, mas quando o corpo coça demais pode ser sinal de um problema mais sério.

O que posso fazer para evitar estrias?

Escrito para o BabyCenter Brasil

As odiadas linhas avermelhadas ou acastanhadas (dependendo da cor da sua pele) costumam aparecer na barriga, nos seios e nas coxas. Elas afetam mais da metade das grávidas, porque a pele se distende com o aumento da barriga ou com o ganho de peso, e pesquisas indicam que a genética pode ter um papel significativo: se sua mãe ou irmã tiveram estrias durante a gestação, você provavelmente será candidata a tê-las também.Os hormônios também afetam o equilíbrio protéico da pele, o que faz com que ela fique mais fina que o normal. Depois da gravidez, as estrias vão perdendo a cor, e acabam ficando mais claras que a pele em volta. Pode ser que leve algum tempo para isso acontecer (geralmente de seis meses a um ano após o parto).  Algumas mulheres têm a sorte de ter a pele mais elástica, por fatores hereditários, e por isso não ganham estrias. Não dá para evitá-las por completo, mas é possível tentar reduzi-las ao mínimo com estratégias como: passar óleo de amêndoa ou cremes ricos em vitamina E nas regiões mais propensas, evitar engordar rápido demais, manter uma dieta saudável e fazer exercícios leves.  

http://brasil.babycenter.com/pregnancy/pele/cocar-barriga-estria/

 foto by Roberth

Hoje é também um dia muito especial, é aniversário de uma amiga muito querida DONA LEDA!!! Já comentei que o presente dela está aqui em casa, mas ela vai ter que me visitar para poder pegá-lo, claro que tudo isso é proposital para que realmente venha à minha casa, rsrsrs! Desejo muita saúde, paz, força e principalmente alegria para essa mulher guerreira que eu mais que amo, linda!!!

Ah! Antes que eu me esqueça, a foto da minha barriga eu posto na quinta, tá bom? Não tive tempo de tirar nenhuma foto nova. 

Sonhos da semana:


Por Carol Araújo.

 

3 comentários:

Grazi disse...

Oi Carol!!!! Tudo bem? Tbm sinto essas coceirinhas na barriga e nos seios apesar de estar no começo da gravidez, estou de 9 semanas, mais coça que é uma beleza...Estou desesperada torcendo p não aparecer estria nenhuma!!! O jeito e cuidar né e rezar p que essas danadas não apareçam rsrs... Tudo de bom!!!

Daniele Cezar disse...

Olá! Estou com 26 semanas e a minha barriga está toda estourada de estria! Na minha primeira consulta com a obstetra, eu tinha 8 semanas de gravidez e a médica passou um creme chamado "Luciara". Comprei, foi mais de 70 reais! Já estou no meu 2º tubo e a pele da barriga rasgou!Uso óleo SEVE e comprei um creme para pele extra seca para intercalar o uso, mas não adianta! É pele... Tive o azar de ficar com a barriga feiona...

Caroline Araújo disse...

Olá Daniele!
Querida, realmente a estria está ligada à questões hereditárias! Se alguma mulher da sua família, seja paterna ou materna, tiver caso de estrias na gestação... elas surgirão! Pode ser que numa intensidade diferente, vai depender do quão flexível e hidratada é a sua pele. Mas não fique triste, isso são coisas que fazem parte da gestação e logo, logo, após o parto elas ficam brancas e diminuem um tanto. Olha, recomendo você passar aqueles cremes para cicatrização [após o parto], comente com seu médico e veja se é viável ou não. E não se esqueça, que essas são as marcas de uma história na sua vida, as veja com mais alegria. Toda mulher está propícia a ter estrias, pense que muitas tem e nem estão grávidas, não é verdade?
Desejo a você uma ótima gestação e um parto tranquilo, cheio de amor e cuidados. Continue dando sua opinião no blog, é fundamental a participação de todos.
Grande beijo em ti e no seu bebê.

Carol.